25 de jul de 2019

Resenha: O colecionador de lágrimas

Oi oi pessoal, tudo bem?


Já tem um tempo que não faço resenhas por aqui e principalmente faz tempo que não faço resenhas de livros e estava morrendo de saudades de dividir minhas leituras com vocês.

O  livro da vez, eu ganhei no amigo secreto da família e confesso que me apaixonei imensamente por ele.

O colecionador de lágrimas, do Augusto Cury com certeza vale a leitura, consegui finalizá-lo em 4 dias, a história realmente me prendeu. É um daqueles livros que nos fazem pensar, e refletimos em muitas coisas que fazemos sem ter a noção do poder das ações.


O COLECIONADOR DE LÁGRIMAS: HOLOCAUSTO NUNCA MAIS, AUGUSTO CURY

Editora: Planeta
Páginas: 366
Gênero: Ficção

" Somos ávidos para julgar e lentos para acolher."





SINOPSE: Um professor especialista em nazismo e II Guerra Mundial começa a ter insônias e pesadelos, como se estivesse vivendo as atrocidades ocorridas durante o Nazismo. Em um ponto de desatino, diz que os alunos são parceiros de Hitler. Sua intenção é provocar a sensibilidade e a curiosidade de seus alunos. Bem quisto por alguns, mas criticado e processado por outros, sua fama coloca os holofotes sobre ele, ainda mais quando um complô nazista parece persegui-lo.


Como sempre, Augusto Cury não decepciona nesse livro. O colecionador de lágrimas é uma história de ficção, um romance-psíquico e histórico que fala sobre Hitler e a Segunda Guerra Mundial. Riquíssima em detalhes, a história consegue ir além de prender o leitor do início ao fim, consegue fazer com que o leitor enxergue o poder de suas ações e de suas palavras.
É possível visualizar, o quão egoístas temos sido por não enxergar as angústias do próximo, enxergamos aquilo que queremos ver e não nos responsabilizamos pela dor do outro. Nos falta empatia, amor ao próximo e compaixão. Será que continuaremos sempre assim? Ou deixaremos de lado o nosso ego e tentaremos ser alguém melhor todos os dias?

O colecionador de lágrimas me faz acreditar que, com um pouco de compaixão e sabedoria, podemos sim fazer deste mundo um lugar melhor.

" Não vemos os outros pelos olhos deles, mas pelos olhos da matemática. E inspirando prolongada e profundamente, comentou: - A matemática adulterou nossa capacidade de enxergar as angústias e as necessidades dos outros a partir da perspectiva deles"

- O Colecionador de Lágrimas: Holocausto Nunca Mais 






Espero que gostem dessa resenha e acima de tudo, que possamos aprender com os erros passados!!


Até o próximo post!



Nenhum comentário:

Postar um comentário